Gulliver’s Travels (2010)

“Gulliver’s Travels” (2010)

IMDb

preguiça

Algum dia vou ter de parar de ver filmes como este. Cada 2 horas que gasto a ver coisas destas são 2 horas que não passo a ver coisas que realmente valham a pena. Por outro lado, se és um espectador sério, terás de ter a tua dose de material banal. É um bom exercício compreender porque é que as coisas são más, é muitas vezes mais difícil do que perceber porque uma obra prima é boa.

Isto é profundamente banal e simples até este ponto: um filme deliberadamente agarrado a todas as convenções da comédia romântica hoje em dia. Sobre isso, temos um filme onde Black (um tipo de talento) está livre para explorar a sua comédia física e expressiva que já conhecemos muito bem.

Mas isto está remotamente ligado a um livro incrível, um trabalho importante na história da literatura. Lida com mundos paralelos, realidades múltiplas, uma transformação física do mundo, um tipo de flexibilidade mental notável para os seus dias. É sublime no seu próprio mundo, e deveriam gastar tempo com ele. Este filme é tão preguiçoso e inútil e tanto uma fraude como o personagem de Black: cita o material mas não faz absolutamente nada com isso. Cada coisa potencialmente interessante é um produto mastigado vindo de outra fonte qualquer.

A minha opinião: 1/5

Este comentário no IMDb

0 Responses to “Gulliver’s Travels (2010)”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Destaques

Vou começar de forma mais séria a tratar o tema do cinema e espaço/arquitectura. Espero poder introduzir novidades em breve