Collateral Damage (2002)

“Collateral Damage” (2002)

colateral damage

IMDb

o bom e o mau

Este foi um dos últimos filmes do ‘governador’. É interessante a forma como o filme sublinha a abordagem simplista aparente do pensamento republicano americano.

É uma história de vingança. Um homem que perdeu a sua família às mãos de um terrorista; ele é o americano comum, oh ele viu a família morrer, ele culpa-se porque se atrasou. É banal e visto mais de muitas vezes. Ele retalia, faz o que um “grande americano” faria, e procura a vingança. Ele descobre algumas coisas no processo, descobre que a matança da sua família era já uma vingança, e prova que é melhor que os terroristas colombianos ao poupar a vida de uma mãe e seu filho. Este homem é superior não é? Agora, para irmos mais longe (**spoilers aqui**), a mãe cuja vida ele poupa faz jogo duplo e é afinal a peça central de um enredo de terror que ele pensava estar nas mãos do terrorista “mau”. A esta altura vocês não votariam no Arnie? deviam, já viram o que está em jogo. Suponho que por esta altura, Schwarzenegger já teria o cargo político em mente, por isso imagino que este enredo não é inocente. Especialmente não num filme lançado no ano seguinte ao 11 de Setembro. Devo admitir que um filme assim deve deslizar perfeitamente em mentes de manteiga.

A acção é aborrecida, vejam o Stallone, o Arnold ou o Seagal dos anos 80 para terem este melhor feito.

A minha opinião: 1/5

Este comentário no IMDb

0 Responses to “Collateral Damage (2002)”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Destaques

Vou começar de forma mais séria a tratar o tema do cinema e espaço/arquitectura. Espero poder introduzir novidades em breve