Star Wars: Episode I – The Phantom Menace (1999)

“Star Wars: Episode I – The Phantom Menace” (1999)

star-wars-1

IMDb

Darth Lucas

Devo dizer que fiquei muito mais satisfeito com este filme agora do que da primeira vez que o vi, na altura do seu lançamento. Provavelmente isso acontece porque nessa altura ainda acreditava ingenuamente que pudesse ter com este algo tão excitante como os filmes originais que coloriram parte dos meus sonhos de infância. Também porque a diferença entre este e os antigos era tão grande que não me deixava colocar este no seu devido lugar.

Sobre A Guerra das Estrelas: é impossível para mim ver os filmes antigos friamente como poderia ver um filme sem essa carga de nostalgia. Pensando nisso, penso que este é um complemento das velhas séries. Olhando para trás, vendo este e pensando nos antigos, creio que George Lucas não é um bom realizador, bastante vulgar até, e ele compreendeu isso quando delegou a realização dos episódios 5 e 6. Ele não tem nenhuma abordagem especial, ele faz o que qualquer outro poderia fazer; ele viu os mestres mas não conseguiu extrair o que eles realmente estavam a fazer. Mas ele é um grande contador de histórias, e foi magistral a forma como ele criou esta série.

Ele inventou uma cosmologia e alimentou as mentes secas de uma sociedade sem mitos com histórias que colocavam forças superiores (a Força) a controlar os seres vulgares, algo que os ‘rodeia’ (aqui ele matou a mística com a explicação ridícula dos midclorianos). A forma como as audiências evoluíram para apreciar histórias assim, baseadas no sobrenatural e na ideia de encontrar forças e eventos que nos excedam como humanos provou que Lucas estava certo, e ao mesmo tempo sublinhou o papel que os Star Wars originais tiveram em modelar o pensamento popular dos últimos 30 anos. Indiana Jones, Senhor dos Anéis (repescado para o cinema), Harry Potter e um grande número de séries equivalentes. As pessoas têm a tendência para procurar a religião, e a querer confiar nela. Isso é o que o pensamento positivista ‘causa-efeito’ não previa nem considerava, e as sociedades extremistas de inspiração marxista ajudariam a esconder. Para mim, entender essa tendência para procurar o mito é a chave do sucesso destes filmes.

Há 10 anos Lucas pensou que era a altura de voltar. Ele tinha muitos espaços na história para preencher, muitas promessas nos filmes antigos, toda uma galáxia de eventos por contar. Isso é rico, ele criou o universo dele, e quis explorá-lo mais. Mas o problema é que não foi suficientemente competente para o fazer. Aqui ele já não tem o ponto de vista inovador que tinha em 1977, quando os seus efeitos eram revolucionários, eles ainda me impressionaram quando eu vi os filmes pela primeira vez, no final dos anos 80. Aqui esses efeitos têm apenas uma qualidade média no meio do que tem sido feito ultimamente (para o que a investigação de Lucas pós-Guerra das Estrelas contribuiu muito). Assim, porque não temos esse lado inovador, e a história já é conhecida (quem conhece os velhos filmes sabe o que esperar deste), a magia desapareceu parcialmente, e as falhas de Lucas-realizador notam-se, vivas como nunca. Claro que há um conjunto de fãs absolutos que não abandonam o barco e votarão cegamente negativo neste comentário por culpa dos ‘insultos’ às suas crenças, mas mesmo esses penalizaram estes novos filmes (6.4 no IMDb, quando escrevo).

É uma história bonita, essa da Guerra das Estrelas, mas Lucas, ou desgastado e sem novas ideias, ou influenciado por caçadores de prémios ao redor dele (ou ambos os casos), estragou isto. É como se Lucas se tivesse tornado Anakin: ele era um rapaz curioso inteligente e brilhante, protegido pela Força e que supostamente traria pás e prosperidade à República, mas no final mudou para o lado negro.

A minha opinião: 3/5

Este comentário no IMDb

0 Responses to “Star Wars: Episode I – The Phantom Menace (1999)”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Destaques

Vou começar de forma mais séria a tratar o tema do cinema e espaço/arquitectura. Espero poder introduzir novidades em breve