Terra (2007)

“Terra” (2007)


Festival Sitges 2008

IMDb

ambientalismo conservador

Temos aqui um tema comum nos dias que correm. Mudanças climáticas, e o consequente risco de auto-destruiçao. Aqui o segundo é misturado com auto-destruiçao provocada por conflitos humanos. Nao gostei disso para começar, porque sao temas diferentes, cada um com as suas dinâmicas e motivos de reflexao.

Sou demasiado novo para poder ignorar este tema, e demasiado velho para o tratar com tanta leviandade como se faz aqui. É-nos apresentado um futuro pós-Terra, com a espécie humana a tentar encontrar um novo local para se instalar e a encontrar o planeta ideal, apesar de já ocupado. Se somos humanos, é suposto identificarmo-nos com os nao humanos do filme; eles têm a atitude ‘humana’, nao como os maus da fita americanizados. Os humanos escolhem a guerra. O que se passa é que as pistas que nos indicam e as escolhas para um possível final feliz chegam por vàrias formas: amor (/empatia), heroísmo desinteressado, e cooperacçao. É essa a resposta? Apaixonarmo-nos pode ajudar a salvar a terra? Nao é ao contrário? Nao temos de salvar a terra primeiro para que o amor e as coisas que interessam possam florescer, junto com a natureza e a vida selvagem? Heroísmo? O que se passa nao é uma necessidade colectiva que por isso requere acçoes colectivas, construídas sobre pequenas ou grandes participaçoes individuais? Como é que pode um sacrifício individual dramático servir para alguma coisa? O que me chateia é que ou estes tipos escolheram o tema porque nos dias que correm a ecologia é um produto que se pode vender, ou entao realmente se interessavam pelo tema mas nao sao suficientemente interessantes para dizer algo que interesse. Creio que é a primeira opçao. Por isso enchem todo o filme de clichés americanos. Fazem-nos identificar com os alienígenas, por oposiçao à atitude militar americanizada, e tentam submeter a nossa mente ao princípio americano de que o heroísmo e a predisposiçao para o auto-sacrifício sao a chave para coisas superiores. Isso nao é o que Hemmer provavelmente pensaria? Vêm o paradoxo? Em última análise este é um filme que, em essência, quando se pensa, é precisamente o oposto do que pretende defender.

A estátua que vemos no final a ser construída parece um símbolo soviético. Assusta. Suponho que nao significa nada de especial.

A minha opiniao: 1/5

Este comentário no IMDb

0 Responses to “Terra (2007)”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Destaques

Vou começar de forma mais séria a tratar o tema do cinema e espaço/arquitectura. Espero poder introduzir novidades em breve