Adeus Pai (1996)

“Adeus pai”

IMDb

Sonhar através de uma câmara

*** Este comentário pode conter spoilers ***

Este filme, por tudo o que mostra, só poderia ter sido filmado nos Açores. Arquipélago no meio do Atlântico, o presente diz que é território português com gente portuguesa, o mito diz que pode ter sido o topo das montanhas da Atlântida, país dos sonhos e consciência de toda a civilização ocidental, a viver hoje (e há 11 anos atrás, o ano do filme) à beira da auto-destruição, pelo encorajamento (há muitos anos já) do desenvolvimento “material” em oposição ao “espiritual”, cada dia mais perdido, cada dia mais necessário. Açores, terra de sonho; este filme é um sonho, e o seu tema é precisamente o que estamos a perder. Escolher os Açores é procurar a origem, é procurar a pureza.

História:

Um mecanismo simples – voz off que narra a história, isto é assumido desde o início, não sabemos até bem perto do fim que é o rapaz, a voz off, que gera todo o enredo à medida que o filme avança. A segunda parte é o revelar de tudo. Revela todas as fontes de inspiração, na inocente e aberta mente de uma criança.

“era uma vez um filho que queria ter um pai que quisesse ter um filho”. isto resume tudo… trata-se de narrativa por camadas de grande qualidade.

Trabalho de câmara

Encontrei aqui um dos mais inteligentes e subtis trabalhos de câmara dos últimos tempos. Em última análise quase podemos considerar a câmara um complemente do diálogo, as descrições que não obtemos pelo diálogo ou voz off, a câmara é a imaginação do rapaz. Subtileza é a sua marca principal. Trabalho sublimo, completamente adequado em cada momento, em cada intenção.

Fotografia:

Impressionantemetne boa. É muito raro encontrar este tipo de precisão de contrastes e de entendimento/interpretação da luz de um cenário de cinema (apesar de ser filmado inteiramente em local, era temporariamente um cenário), mesmo em produções de alto orçamento. Este é um trabalho de pintor, os pintores barrocos, especialmente Rembrandt, trabalhavam a luz nesta base. Uma vez mais fiquei impressionado.
Música

Numa altura em que os Delfins eram uma banda que valia a pena ouvir, apesar de não conhecidos fora de Portugal (os estrangeiros perdem), a banda sonora é feita com uma canção, agradável, captivante e um número necessário de temas simples, quase pop-rock minimalista. Trabalho sólido embora não alcançando a qualidade da fotografia e da câmara em termos de adequação aos momentos, mas bom de qualquer forma.

O filme é uma fábula de má comunicação e relações vazias, redimidas pelo sonho do único que ainda não foi corrompido. É uma história de quebras emocionais, sentimentos não desenvolvidos; em última análise o cancro ocidental contemporâneo que é a desproporção entre os valores da vida diária e o dinheiro. Para mim, mais importante que entender os mecanismos mentais por detrás de cada truque narrativo, trabalho de câmara, etc. é a capacidade de nos sentirmos invadidos e (mais ou menos) identificados com tudo. Isso provavelmente dirá algo sobre si.

A minha avaliação: 4/5 (quase a chegar a 5)

Este comentário no IMDb

3 Responses to “Adeus Pai (1996)”


  1. 1 Manuel Reis Setembro 17, 2007 às 11:16 pm

    Um dos meus filmes preferidos de sempre. José Afonso Pimentel, ainda criança, já era um grande actor.

  2. 2 Marta Setembro 19, 2010 às 10:05 am

    O meu filme favorito. Por tudo o que foi dito aqui. Fabuloso!

  3. 3 Maria Outubro 15, 2015 às 8:25 pm

    Gostava de voltar a ver este filme …. mesmo que fosse na televisão


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Destaques

Vou começar de forma mais séria a tratar o tema do cinema e espaço/arquitectura. Espero poder introduzir novidades em breve